Como estruturar e atender a Gestão de Mudanças da ISO 9001 - Requisito 6.3

Ao final deste artigo, você estará apto a implantar e manter uma gestão de mudanças eficaz em sua empresa. Afinal, porquê a ISO 9001 se preocupa com o assunto mudança? A resposta é simples, imaginamos que você leitor está prestes a mudar de apartamento, quais são as chances dessa mudança se tornar um pesadelo se ela não for planejada e estruturada? Quais riscos esta mudança pode trazer consigo? Quais móveis poderão ser quebrados e danificados caso um planejamento eficiente não seja feito? Pois bem, tudo isso reflete igualmente na Industria / Comercio. A grande pergunta para uma gestão eficaz na Gestão de Mudanças é: E depois?

"6.3 Planejamento de Mudanças

Quando a organização determina a necessidade de mudanças no sistema de gestão da qualidade, as mudanças devem ser realizadas de maneira planejada e sistemática (ver 4.4).

A organização deve considerar:

a) o propósito das mudanças e suas potenciais consequências;

b) a integridade do sistema de gestão da qualidade;

c) disponibilidade de recursos;

d) a alocação ou realocação de responsabilidades e autoridades" 

Ou seja, a empresa deve avaliar todos os propósitos e potenciais consequências das mudanças que podem ser vários, como por exemplo: Na compra de um novo equipamento a consequência da mudança no caso pode ser positiva, tais como maior eficácia e eficiência na produção. Imaginemos o cenário que a empresa estuda realocar seu espaço físico para um novo galpão, qual o propósito desta mudança? 

  1. Alocar maior espaço físico para estoque, 
  2. Estar em uma região estratégica (perto de seus clientes), 
  3. Atendimento aos requisitos legais da vigilância sanitária,

Agora qual a potencial consequência desta mudança? Para o último exemplo, podemos citar o aumento de faturamento (visto que a empresa adotou a estratégia de estar perto de seus clientes). Não se engane, a consequência da mudança nem sempre será positiva, portanto a empresa deve avaliar todas as consequências e pensar em assumir os riscos das consequências negativas. Analisar o propósito da mudança tem a ver com avaliar os riscos. 

Parece simples né? Mas garanto a vocês que 90% das empresas não pensam nos propósitos e potenciais consequências das mudanças, o que poderá gerar custos altos para empresa se a mudança não for estruturada de forma eficaz e planejada.

Caso você ainda tem dúvidas sobre o assunto ou precisa de uma consultoria especializada, entre em contato com a Enove Soluções. Atuamos na região de São José do Rio Preto e estamos implantando e mantendo sistemas de gestão da qualidade em diversos seguimentos. 

Muito obrigado e até a próxima.

Consultor Eduardo Statuti